DSpace
Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DQI - Departamento de Química >
DQI - Programa de Pós-graduação >
DQI - Agroquímica - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1158

Título: Caracterização física, físico-química, química e armazenamento de amoras cultivadas em clima tropical de altitude
Autor(es): Guedes, Mayara Neves Santos
Orientador: Abreu, Celeste Maria Patto de
Membro da banca: Maro, Luana Aparecida Castilho
Silva, Polyanna Alves
Carvalho, Elisângela Elena Nunes
Pinto, Nísia Andrade Villela Dessimoni
Área de concentração: Agroquímica
Assunto: Cloreto de cálcio
1-Metilciclopropeno
Compostos bioativos
Amora - Conservação
Calcium chloride
1-Methylcyclopropene
Bioactive compounds
Conservation blackberry
Data de Defesa: 2-Ago-2013
Data de publicação: 25-Set-2013
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes)
Referência: GUEDES, M. N. S. Caracterização física, físico-química, química e armazenamento de amoras cultivadas em clima tropical de altitude. 2013. 127 p. Tese (Doutorado em Agroquímica) – Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2013.
Resumo: Fruit consumption of the population has increased significantly in recent years. Access to information about the benefits of the chemical constituents of the fruits of health has been one of the factors responsible for this increase. Several epidemiological studies have shown a lower incidence of non-communicable chronic diseases associated with high consumption of fruits and vegetables in the diet. Blackberry fruits are an excellent source of natural antioxidants, which is one of the main reasons for his growing notoriety in the human diet. Due to the level of concentration of phenolic compounds, flavonoids, anthocyanins, ascorbic acid, blackberry fruits are high antioxidant potential, and is therefore effective in health promotion and prevention of heart disease, cancer and neurodegenerative diseases . Furthermore, dietary properties can provide useful information technologically. Knowledge of the chemical composition, nutritional and antioxidant, post-harvest treatments are effective in maintaining the quality of berries is scarce. Therefore, this study evaluated the character physical, physico-chemical, chemical and conservation of different blackberry cultivars grown in the cities of Lavras and Senador Amaral (‘Brazos’, ‘Caingangue’ and ‘Guarani’) to highland southern Minas Gerais tropical climate, in addition to studying the effect of treatment with calcium chloride and 1-methylcyclopropene associate refrigeration, conservation and quality of blackberries. This survey was conducted in the laboratory of Biochemistry, Department of Chemistry Federal University of Lavras (UFLA), Minas Gerais, with fruit grown in the orchard of blackberry UFLA (‘Arapaho’, ‘Brazos’, ‘Caingangue’, ‘Cherokee’, ‘Choctaw’, ‘Comanche’, ‘Ebano’ , ‘Tupy’ and ‘Xavante’ and species of wild blackberry ) and for post-harvest treatments were used ‘Brazos’,‘Caingangue’ and ‘Guarani’ blackberry cultivars, raised in the city of Amaral Senador- Minas Gerais. According to the results, significant differences were found for the fruits of different cultivars. The blackberries ‘Choctaw’ and ‘Xavante’ stood out with the highest levels of minerais. The ‘Caingangue’ showed higher content of soluble solids and Ebano cultivar with the highest concentration of vitamin C and firmer fruit. We also found that the chemical variables fruits blackberries thee different cultivars showed little correlation with present levels of macro minerals and micronutrients showed opposites. The results also suggest that incorporating Ebano agriculture and species of wild thee blackberry, by presenting different characteristics that aim to improve fruit characteristics similar to the parents, especially the bioactive compounds. As the conservation of blackberries, calcium chloride treatment was effective in retarding the degradation of pectins. However was not effective in maintaining the levels of anthocyanins, soluble solids, ascorbic acid and antioxidant activity during storage. 1-MCP (SmartFresh ®) was effective in maintaining anthocyanins, ascorbic acid and antioxidant activity during storage. Still, the chemical properties combined with the nutrient may be offer as excellent tools for selecting varieties of superior quality and high nutritional value. Still, the chemical properties combined with the nutrient may be proposed as excellent tools for selecting varieties of superior quality and high nutritional value.
O consumo de frutos pela população tem aumentado significativamente nos últimos anos. O acesso à informação sobre os benefícios dos constituintes químicos dos frutos à saúde tem sido um dos fatores responsáveis por esse aumento. Vários estudos epidemiológicos tem mostrado uma menor incidência de doenças crônicas não transmissíveis associada ao elevado consumo de frutos e hortaliças na dieta. Frutos de amoras são uma excelente fonte de antioxidantes naturais, que é um dos fundamentais motivos para sua crescente notoriedade na dieta humana. Devido aos seus teores teor de compostos fenólicos, flavonóides, antocianinas, ácido ascórbico, as frutos de amora mostram-se potencial antioxidante elevado, assim sendo eficientes na promoção da saúde humana e prevenção de doenças cardíacas, cancerígenas e neurodegenerativas. Adicionalmente, podem proporcionar propriedades alimentares úteis tecnológicamente. O conhecimento sobre a composição química, nutricional e antioxidantes, tratamentos pós colheita que sejam eficientes em manter a qualidade de amoras é escasso. Desta forma, este trabalho avaliou as caracteríticas físicas, a composição físico-química, química e a conservação de diferentes cultivares de amoreira cultivadas nas cidades de Lavras e Senador Amaral (‘Brazos’, ‘Caingangue’ e ‘Guarani’) sul de Minas Gerais com clima tropical de altitude; além de estudar o efeito dos tratamentos com cloreto de cálcio e com 1-metilciclopropeno associando-se a refrigeração, na conservação e qualidade de amoras. Essa pesquisa foi realizada no laboratório de bioquímica do Departamento de Química da Universidade Federal de Lavras-(UFLA), Minas Gerais, utilizando frutos de amoreiras cultivadas no pomar da UFLA (‘Arapaho’, ‘Brazos’, ‘Caingangue’, ‘Cherokee’, ‘Choctaw’, ‘Comanche’, ‘Ébano’, ‘Tupy’ e ‘Xavante’ e espécie de amora silvestre) e para os tratamentos de pós-colheita foram utilizadas cultivares de amora-preta ‘Brazos’, ‘Caingangue’ e ‘Guarani’ cultivadas na cidade de Senador Amaral- MG. De acordo com os resultados obtidos, foram encontradas diferenças significativas para frutos das diferentes cultivares estudadas. As amoras-preta ‘Choctaw’ e ‘Xavante’ se destacaram com os maiores teores de minerais. A ‘Caingangue’ apresentou maior teor de sólidos solúveis e a cultivar Ébano com a maior concentração de vitamina C e frutos mais firmes. Verificou-se também que as variáveis químicas em frutos das diferentes cultivares de amoreira-preta apresentaram pouca correlação significativa com os teores de macrominerais presentes e o oposto foi obtido para os micronutrientes. Os resultados também sugerem a incorporação da cultivar Ébano e espécie de amoreira silvestre , por apresentar características distintas, que visem a obtenção de frutos de características similares aos progenitores, principalmente aos compostos bioativos. Quanto a conservação das amoras, o tratamento com cloreto de cálcio foi eficiente em retardar a degradação das pectinas. Entretanto não foi eficiente em manter os teores de antocianinas, sólidos solúveis, ácido ascórbico e atividade antioxidante durante o armazenamento. O 1-MCP (SmartFresh®) foi eficiente em manter o teor de antocianinas, ácido ascórbico e atividade antioxidante durante o armazenamento. Contudo, as características químicas combinadas com as características nutricionais podem ser propostas como excelentes ferramentas para seleção de cultivares de qualidade superior e elevado valor nutricional.
Informações adicionais: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-graduação em Agroquímica, para a obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1158
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DQI - Agroquímica - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Caracterização física, físico-química, química e armazenamento de amoras cultivadas em clima tropical de altitude.pdf980,86 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback