DSpace
Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Microbiologia Agrícola - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1181

Título: Taxonomia polifásica de Aspergillus seção Flavi e aplicação de óleos essenciais para controle de fungos aflatoxigênicos
Autor(es): Silva, Fernanda Chaves da
Orientador: Chalfoun, Sara Maria
Coorientador(es): Batista, Luís Roberto
Membro da banca: Alves, Eduardo
Lima, Nelson
Santos, Cledir
Área de concentração: Qualidade e Segurança Microbiológica de Alimentos
Assunto: Aspergillus
Aflatoxinas
Essências e óleos essenciais
Micologia
Micotoxinas
Aflatoxins
Essential oils
Mycology
Mycotoxins
Data de Defesa: 29-Fev-2012
Data de publicação: 2013
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: SILVA, F. C. da. Taxonomia polifásica de Aspergillus seção Flavi e aplicação de óleos essenciais para controle de fungos aflatoxigênicos. 2012. 115 p. Tese (Doutorado em Microbiologia Agrícola) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2012.
Resumo: A caracterização e a identificação de fungos deterioradores e toxigênicos em alimentos são essenciais para a garantia da segurança microbiológica alimentar. O estudo teve por ojetivo caracterizar e identificar fungos do gênero Aspergillus seção Flavi, isolados de alimentos, bem como avaliar o efeito de óleos essenciais de plantas sobre o desenvolvimento de fungos aflatoxigênicos. Trinta e cinco fungos, isolados de alimentos, foram caracterizados em termos de macro e micromorfologia, padrão de micotoxinas e espectros de fingerprint proteicos - MALDI-TOF ICMS. Três isolados tiveram suas sequências da região ITS e do gene calmodulina analisados. Para cada abordagem, dendrogramas foram criados e os resultados foram comparados. Um isolado de Aspergillus flavus e de A. parasiticus aflatoxigênicos foram selecionados para os testes com os óleos essenciais. Os óleos essenciais utilizados foram: Foeniculum vulgare, Zingiber officinale, Mentha piperita e Thymus vulgaris. Cromatografia gasosa em alta resolução foi realizada para analisar constituintes químicos dos óleos essenciais. O efeito de diferentes concentrações de óleos essenciais sobre os fungos foi determinado pela formação de halo visível ao redor do disco de papel filtro, em ensaio por difusão em meio sólido. Crescimento micelial e esporulação foram determinados para cada óleo essencial, nas concentrações previamente estabelecidas, no 5º, 7º e 9º dia. Coloração FUN-1 foi realizada para avaliar a viabilidade celular das hifas dos fungos. Os dados das análises fenotípica e espectral dividiram os isolados em três grupos correspondentes a táxons intimamente relacionados ao A. flavus, A. parasiticus e A. tamarii. Entretanto, as análises molecular e espectral não foram capazes de distinguir a espécie correspondente ao isolado 32. O principal componente dos óleos essenciais de Foeniculum vulgare, Zingiber officinale, Mentha piperita e Thymus vulgaris foram transanetole, zingibereno, mentol e timol, respectivamente. Considerando a técnica de avaliação in vitro utilizada, difusão em ágar 50%, 80%, 50% e 50% (óleo / DMSO; v / v) foram as concentrações eficazes para Foeniculum vulgare, Zingiber officinale, Mentha piperita e Thymus vulgaris, a serem utilizadas nos testes de sensibilidade fúngica. Os quatro óleos essenciais analisados apresentaram efeito antifúngico. Destaque para o óleo essencial de Thymus vulgaris, com melhor efeito inibitório sobre os fungos. Além disso, coloração FUN-1 mostrou ser um método adequado para avaliar a viabilidade das células dos fungos A. flavus e A. parasiticus, após o tratamento com os óleos essenciais.
The characterization and identification of spoilage and toxigenic fungi in foods are essential to ensuring the Microbiological Food Safety. The study aimed to characterize and identify fungi of the genus Aspergillus section Flavi isolated from foods and to evaluate the effect of essential oils from plants on the development of aflatoxigenic fungi. Thirty-five isolated from different food commodities were characterized in terms of macro- and micro-morphologies, mycotoxin pattern and MALDI-TOF ICMS protein fingerprint spectra. Three isolates were further analysed using the ITS region and calmodulin gene sequences. For each approach, dendrograms were created and results were compared. An isolate of Aspergillus flavus and A.parasiticus aflatoxigenic were selected for testing with essential oils. Essential oils were used: Foeniculum vulgare, Zingiber officinale, Mentha piperita and Thymus vulgaris. High Resolution Gas Chromatography was used to analyze the chemical constituents of essential oils. The effect of different concentrations of essential oils to the fungi was determined by the formation of visible halo around the disc of filter paper by solid medium diffusion assay. Mycelial growth and sporulation were determined for each essential oil at concentrations previously established in the 5th, 7th and 9th day. FUN-1 staining was performed to assess cell viability of fungal hyphae. The data obtained from the phenotypic and spectral analyses divide the isolates into three groups, corresponding to taxa closely related to Aspergillus flavus, Aspergillus parasiticus and Aspergillus tamari. Molecular and spectral analyses were not able to distinguish the isolate 32. The main component of essential oils of Foeniculum vulgare, Zingiber officinale, Thymus vulgaris and Mentha piperita were trans-anethole, zingiberene, menthol and thymol, respectively. Considering the evaluation technique used in vitro, agar diffusion, 50%, 80%, 50% and 50% (oil/DMSO, v/v) were effective concentrations for Foeniculum vulgare, Zingiber officinale, Mentha piperita, Thymus vulgaris, to be used in susceptibility testing of fungi. The four essential oils analyzed showed an antifungal effect. Emphasis on the essential oil of Thymus vulgaris with better inhibitory effect on fungi. Additionally, FUN-1 staining showed to be a suitable method to evaluate cell viability of potential mycotoxigenic fungi A. flavus and A. parasiticus after treatment with essential oils.
Informações adicionais: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Microbiologia Agrícola, área de concentração em Qualidade e Segurança Microbiológica de Alimentos, para a obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1181
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DBI - Microbiologia Agrícola - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Taxonomia polifásica de Aspergillus....pdf2,44 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback