Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11958
metadata.artigo.dc.title: Market chain analysis of candeia timber (Eremanthus erythropappus)
metadata.artigo.dc.title.alternative: Cadeia de comercialização da madeira de candeia (Eremanthus erythropappus)
metadata.artigo.dc.creator: Oliveira, Antonio Donizette de
Ribeiro, Ivonise Silva Andrade
Scolforo, José Roberto Soares
Mello, José Márcio de
Acerbi Junior, Fausto Weimar
Camolesi, José Fábio
metadata.artigo.dc.subject: Alpha-bisabolol
Candeia oil
Candeia - Marketing margin
Óleo de candeia
Candeia - Margem de comercialização
metadata.artigo.dc.publisher: Universidade Federal de Lavras
metadata.artigo.dc.date.issued: Jul-2009
metadata.artigo.dc.identifier.citation: OLIVEIRA, A. D. de et al. Market chain analysis of candeia timber (Eremanthus erythropappus). Cerne, Lavras, v. 15, n. 3, p. 257-264, jul./set. 2009.
metadata.artigo.dc.description.resumo: Objetivou-se, neste trabalho, caracterizar a cadeia de comercialização da madeira de candeia para a produção de óleo e estimar a margem de comercialização de cada participante da cadeia. A área de estudo compreendeu duas regiões situadas no estado de Minas Gerais, cuja característica marcante é a ocorrência, em grande abundância, de candeais nativos da espécie Eremanthus erythropappus. A coleta dos dados foi por meio de entrevistas pessoais a trabalhadores rurais, proprietários de terra onde ocorre a espécie e proprietários (gerentes) de indústrias que produzem óleo de candeia e alfa-bisabolol. A margem de comercialização foi calculada como sendo a porcentagem do valor do kg de alfa-bisabolol que fica com cada membro da cadeia. Concluiu-se que os distribuidores de alfa-bisabolol beneficiam-se da maior margem de comercialização. Para conseguir uma margem de comercialização maior, o produtor rural deve vender a madeira de candeia diretamente para a fábrica de óleo, ou seja, sem a intermediação do atacadista.
metadata.artigo.dc.description.abstract: This study characterized and analysed the market chain of candeia timber intended for oil production, and estimated the marketing margin retained by each chain participant. The study site encompassed two regions of Minas Gerais state whose distinctive mark is great abundance of native candeia forest (Eremanthus erythropappus). Data were collected through interviews with rural workers, candeia woodland owners and manufacturers of candeia oil and alpha-bisabolol. The marketing margin was computed as the percentage retained by each chain participant on each kilo of alpha-bisabolol sold. It was concluded that alpha- bisabolol distributors are the participants reaping the greatest marketing margin, and also that rural producers should sell candeia timber directly to oil manufacturers, with no middlemen wholesalers, in order to boost their marketing margin.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/11958
metadata.artigo.dc.language: en_US
Appears in Collections:DCF - Artigos publicados em periódicos
LEMAF - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_Market chain analysis of candeia timber (Eremanthus erythropappus).pdf712,87 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons