Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1349
Título: Anatomia e fisiologia de plantas de Schinus molle L. (Anacardiaceae) expostas ao cádmio mecanismos de tolerância e potencial para fitorremediação
Autor : Pereira, Márcio Paulo
Primeiro orientador: Pereira, Fabricio José
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Castro, Evaristo Mauro de
Primeiro membro da banca: Ramos, Sílvio Junio
Polo, Marcelo
Área de concentração: Botânica
Palavras-chave: Aroeira
Metais pesados
Fitoestabilização
Plantas lenhosas
Woody plants
Pepper tree
Heavy metals
Phyto-stabilization
Data da publicação: 2013
Agência(s) de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes)
Referência: PEREIRA, M. P. Anatomia e fisiologia de plantas de Schinus molle L. (Anacardiaceae) expostas ao cádmio : mecanismos de tolerância e potencial para fitorremediação. 2013. 77 p. Dissertação (Mestrado em Botânica Aplicada) – Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2013.
Resumo: Objetivou-se, com este trabalho, avaliar o potencial para a fitorremediação da espécie arbórea Schinus molle , quando exposta a diferentes concentrações de Cádmio (Cd) e os mecanismos anatômicos e fisiológicos relacionados com a tolerância. Foram montados experimentos com plantas de S. molle com sete meses de idade, expondo-as a diferentes concentrações de cádmio [0, 10, 20, 50, 125 e 250 µM de Cd(NO3)2], por um período de 90 dias. Após o período experimental, foram avaliadas as variáveis relacionadas com: fotossíntese, crescimento, tolerância, estado nutricional das plantas e anatomia de raízes e folhas. Os dados foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Scott-Knott ou submetidos à regressão. A espécie S. molle possui índice de tolerância acima de 80% para concentrações até 20 µM de Cd. O principal mecanismo de tolerância ao Cd foi a compartimentalização desse elemento nas raízes e a diminuição da translocação para a parte aérea, por meio da formação de barreiras apoplásticas. A anatomia das folhas de S. molle até 20 µM de Cd apresentam características benéficas, como o espessamento do mesofilo, no entanto, a partir de 50 µM a espessura do mesofilo diminui e essa espécie apresenta diminuição do tamanho e densidade dos estômatos na presença de Cd. A concentração de Cd na parte aérea se mantém baixa e o índice de tolerância menor que 100%, pode indicar que S. molle não apresenta um bom desempenho para a fitoestabilização, em locais altamente contaminados. No entanto, devido à moderada tolerância apresentada pela espécie, são necessários trabalhos de campo para avaliar o potencial da mesma para a fitoestabilização de áreas contaminadas com Cd.
This work aimed at evaluating the potential for phytoremediation of the Schinus molle woody species when exposed to different concentrations of Cadmium (Cd), in addition to the anatomical and physiological mechanisms related with tolerance. Experiments were assembled with seven month old S. molle plants exposing them to different concentrations of cadmium [0, 10, 20, 50, 125 and 250mM Cd (NO3)2] for a period of 90 days. After the experimental period, we evaluated variables related to: photosynthesis, growth, tolerance, nutritional status of the plants and root and leaf anatomy. The data were submitted to analysis of variance and the means compared by the Scott-Knott test or submitted to regression. The S. molle species presents tolerance index above 80% for concentrations up to 20mM of Cd. The main Cd tolerance mechanism was the compartmentalization of this element in the roots and the decrease in the translocation to the shoots by means of the formation of apoplastic barriers. With up to 20µM of Cd the S. molle leaves presented beneficial characteristics, such as thickening of the mesophyll. However, starting at 50mM, the thickness of the mesophyll decreases and this species presents a decrease in size and stomata density in the presence of Cd. The Cd concentration in the shoot remains low and the tolerance index below 100% may indicate that S. molle does not present a good performance for phyto-stabilization in highly contaminated sites. However, due to the moderate tolerance displayed by the species, field studies are necessary in order to evaluate the potential of the same for the phyto-stabilization of areas contaminated with Cd.
metadata.teses.dc.description: Dissertação apresentada a Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Botânica Aplicada, área de concentração Botânica, para obtenção de título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/1349
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DBI - Botânica Aplicada - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.