Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/28411
Título : Qualidade textural de tomates cultivados em substratos orgânicos submetidos à aplicação de substâncias húmicas
Título(s) alternativo(s): Textural quality of tomatoes grown in organic substrates subjected to application of humic substances
Autor: Pires, Caroline Roberta Freitas
Lima, Luiz Carlos de Oliveira
Vilas Boas, Eduardo Valério de Barros
Alves, Rosiana Rodrigues
Palavras-chave: Tomate - Substâncias húmicas
Tomate - Substratos orgânicos
Tomate - Qualidade textural
Tomato - Humic substances
Tomato - Organic substrates
Tomato - Textural quality
Publicador: Embrapa Informação Tecnológica
Data da publicação: Nov-2009
Referência: PIRES, C. R. F. et al. Qualidade textural de tomates cultivados em substratos orgânicos submetidos à aplicação de substâncias húmicas. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 44, n. 11, p. 1467-1472, nov. 2009.
Resumo : O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos de substâncias húmicas e de diferentes substratos orgânicos na qualidade textural dos frutos do tomateiro híbrido Vênus, em ambiente protegido. Utilizaram-se, quatro tipos de substratos: fibra de coco; fibra de coco e casca de café carbonizada 1/3 (v/v); fibra de coco e casca de café carbonizada 2/3 (v/v); e casca de café carbonizada. As doses de substâncias húmicas (ácido húmico, 10% + ácido fúlvico 10,2%) utilizadas foram 0, 20, 40 e 80 L ha-1, aplicadas ao substrato quinzenalmente, a partir do oitavo dia após o transplantio. O delineamento utilizado foi o de blocos ao acaso, em arranjo fatorial 4x4. Avaliaram-se firmeza dos frutos, percentagem de solubilização péctica e atividade enzimática (pectinametilesterase e poligalacturonase). Observou-se variação na atividade das enzimas pectinametilesterase e poligalacturonase, em consequência das doses de substâncias húmicas adicionadas, nos diferentes substratos. O efeito das doses de substâncias húmicas sobre a firmeza, solubilidade de pectinas e atividade enzimática, em frutos de tomate, depende do substrato utilizado. Frutos obtidos de plantas cultivadas em fibra de coco apresentaram aumento de firmeza e redução da percentagem de solubilização péctica com a aplicação de doses crescentes de substâncias húmicas.
Abstract: The objective of this work was to evaluate the effects of humic substances and of different organic substrates on the textural quality of tomato fruit of the Vênus hybrid, in a protected environment. Four types of substrates were used: coconut fiber; coconut fiber and carbonized coffee husk 1/3 (v/v); coconut fiber and carbonized coffee husk 2/3 (v/v); and carbonized coffee husk. The humic substances (humic acid, 10% + fulvic acid, 10,2%) dosages of 0, 20, 40 and 80 L ha-1 were applied onto the substrates fortnightly from the eighth day after transplanting. The experimental design was in randomized block in a 4x4 factorial arrangement. Evaluations were done for fruit firmness, percentage of pectin solubilization, and enzymatic activity (pectinmethylesterase and polygalacturonase). Different enzymatic activities of pectinmethylesterase and polygalacturonase were observed according to the doses of humic substances added to the different substrates. The humic substances dosage effects of the humic substances in fruit firmness, pectin solubility and enzymatic activity were dependent upon the substrate used. Fruit grown in coconut fiber had an increase in firmness and a reduction in the percentage of pectin solubilization with the application of increasing doses of humic substances.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/28411
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DCA - Artigos publicados em periódicos



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons