Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/30312
metadata.artigo.dc.title: Postharvest quality of essential oil treated roses
metadata.artigo.dc.title.alternative: Qualidade pós-colheita de rosas tratadas com óleos essenciais
metadata.artigo.dc.creator: Manfredini, Guilherme Mariano
Paiva, Patrícia Duarte de Oliveira
Almeida, Elka Fabiana Aparecida
Nascimento, Ângela Maria Pereira do
Sales, Thaís Silva
Santos, Leandra Oliveira
metadata.artigo.dc.subject: Rosa sp.
Alternative control
Cold storage
Natural products
Controle alternativo
Armazenamento refrigerado
Produtos naturais
metadata.artigo.dc.publisher: Sociedade Brasileira de Floricultura e Plantas Ornamentais (SBFPO)
metadata.artigo.dc.date.issued: 2017
metadata.artigo.dc.identifier.citation: MANFREDINI, G. M. et al. Postharvest quality of essential oil treated roses. Ornamental Horticulture, Campinas, v. 23, n. 2, p. 192-199, 2017.
metadata.artigo.dc.description.resumo: A perda da qualidade comercial de rosas durante o armazenamento pós-colheita e transporte é um dos fatores que mais oneram o custo de produção e leva os produtores a realizar a aplicação preventiva de produtos químicos nocivos, principalmente para evitar o aparecimento de lesões do fungo Botrytis cinerea . Uma das alternativas para aumentar a durabilidade das flores de forma ecologicamente correta é a utilização de produtos naturais, como os óleos essenciais, que apresentam características fungistáticas e inseticidas, além de baixa toxicidade. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da aplicação em pós-colheita de diferentes óleos essenciais na durabilidade de hastes de Rosa cv. Avalanche em 2 períodos de armazenamento em câmara fria. Foram testados 12 tratamentos resultantes da combinação de 5 tipos de óleos essenciais mais a testemunha associados à dois períodos de armazenamento refrigerado, 2 e 6 dias, sob 1 ºC e 90-95% UR. Foram testados óleos essenciais de: eucalipto, canela, capim- limão e hortelã-pimenta (a 1%), cravo-da-índia (a 0,1%), e a testemunha, com água destilada. A aplicação foi feita por meio da pulverização nos botões florais. Após o armazenamento refrigerado, as hastes florais foram mantidas em uma sala escura (16 ºC, 70% UR) por dez dias para avaliação. As hastes armazenadas por 2 dias em câmara fria apresentaram as melhores médias para as notas de escurecimento, turgescência e tombamento do pedúnculo, assim como uma menor perda de peso das hastes. A aplicação de óleo essencial de capim-limão a 1% provocou fitotoxidade, indicada pela queima nas pétalas, comprometendo a qualidade e vida de vaso. Os óleos essenciais de hortelã-pimenta e eucalipto favoreceram a manutenção da qualidade das flores até o décimo dia de avaliação. Conclui-se que a pulverização pós-colheita com óleo essencial de hortelã-pimenta ou eucalipto a 1% e o armazenamento em câmara fria por 2 dias possibilitam maior durabilidade e qualidade de rosas Avalanche.
metadata.artigo.dc.description.abstract: The loss of commercial quality during storage and transportation of roses is one of the factors that reflect on production costs, leading producers to preventively apply harmful chemicals, mainly to hamper Botrytis cinerea development and reduce further losses. An alternative to increase flower longevity without contaminating the environment with harmful chemicals is the use of natural products, such as essential oils, which have fungistatic and insecticide properties, as well as low toxicity. The objective of this study was to evaluate the effect of essential oils on the vase life of Rosa cv. Avalanche: 12 treatments were tested, resulting from the combination of 5 types of essential oils plus the control in two cold storage periods (2 to 6 days) at 1 °C, 90-95% RH. The essential oils tested were eucalyptus, cinnamon, lemongrass and peppermint (1%), clove (0.1%), plus a control with distilled water. Application was made by spraying the flower buds. After storage at low temperatures, the flower stems were kept in a room (16 °C, 70% RH) during 10 days for evaluation. Flower stems stored for 2 days in a cold chamber showed better means for darkening, turgor and bent neck, as well as a lower weight loss by the stems. The application of lemongrass essential oil at 1% caused burns on the petals, compromising quality and pot life. The essential oils of peppermint and eucalyptus allowed flower quality maintenance until the 10th day of evaluation. It is possible to conclude that post-harvest spraying with peppermint or eucalyptus essential oil at 1%, combined with cold storage for 2 days, provided greater longevity and quality for cv . Avalanche roses.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/30312
metadata.artigo.dc.language: en_US
Appears in Collections:DAG - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_Postharvest quality of essential oil treated roses.pdf1,35 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons