Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/31352
metadata.artigo.dc.title: Nas publicações sobre livros de leitura no início do século XX: traços de uma cultura material escolar
metadata.artigo.dc.title.alternative: The publications about reading books in the early 20th century: traces of a scholar written culture
metadata.artigo.dc.creator: Goulart, Ilsa do Carmo Vieira
metadata.artigo.dc.subject: Livros de leitura
Representações de leitura
Cultura material escolar
Reading books
Representations of reading
Scholar school culture
metadata.artigo.dc.publisher: Associação Sul-Rio-Grandense de Pesquisadores em História da Educação
metadata.artigo.dc.date.issued: May-2017
metadata.artigo.dc.identifier.citation: GOULART, I. do C. V. Nas publicações sobre livros de leitura no início do século XX: traços de uma cultura material escolar. História da Educação, Porto Alegre, v. 21, n. 52, p. 235-249, maio./ago. 2017.
metadata.artigo.dc.description.resumo: O texto objetiva apresentar quais representações a respeito de livros de leitura se fizeram presentes em algumas publicações impressas, no período entre 1927 a 1946, como também destacar as possibilidades da influência destas ideias nas práticas de leitura nas escolas públicas paulistas. Parte-se da premissa de que o livro pode ser considerado um objeto concreto de uma “cultura material escolar”, por encontrar-se ali um espaço, uma temporalidade e uma linguagem. A análise indica que os enunciados se mostraram direcionados, a princípio, à legitimação de interesses políticos para se implementar um ensino nacionalizado e uniformizado, ao estabelecerem critérios de configuração de uma obra didática de qualidade para, em seguida, voltarem-se aos leitores alunos e professores.
metadata.artigo.dc.description.abstract: The text aims to present which representations about reading books were present in some print publications, in the period among 1927 to 1946, as well as highlight the possibilities of influence of these ideas in the reading proceeding practices in public schools of São Paulo state. It begins from the premise that book can be considered a concrete object of a scholar written culture, due to find there a space, a temporality and a language. The analysis indicates that the written statements proved directed, in principle, to the establishment and legitimation of political interests to implement a nationalized and uniform teaching, since it establishes elaboration criteria of a qualified didactic work, then, it is directed to the students and teachers readers.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/31352
metadata.artigo.dc.language: pt_BR
Appears in Collections:DED - Artigos publicados em periódicos



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons