Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4107
Título: Qualidade tecnológica de grãos de feijão-comum em função de cultivares e condições de armazenamento
Autor : Oliveira, Dâmiany Pádua
Primeiro orientador: Andrade, Messias José Bastos de
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Pereira, Joelma
Primeiro membro da banca: Vieira, Neiva Maria Batista
Morais, Augusto Ramalho de
Área de concentração: Produção Vegetal
Palavras-chave: Qualidade culinária
Tempo de armazenamento
Phaseolus vulgaris
Culinary quality
Storage time
Data da publicação: 29-Set-2014
Referência: OLIVEIRA, D. P. Qualidade tecnológica de grãos de feijão-comum em função de cultivares e condições de armazenamento. 2010. 95 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Fitotecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2010.
Resumo: The common bean plant (Phaseolus vulgaris L.) is food rich in essential nutrients; its being utilized in replacement or complementation to meats and other protein sources, mainly by the low income population. The type of grain most consumed in Brazil is the carioca type, and it is also the most cultivated. Nevertheless, that concentration of the production results into lower price on market and great demand in quality, not always reached by the farmer, who ends up commercializing his produce with markdown. Recently, breeding programs have made new cultivars available; with grains of other commercial groups, but the enablement of their adoption by farmers require, in addition to the adequacy of the present production systems, evaluation of the technological quality of the produced grains, chiefly after storage. The objective of the work was evaluating the technological quality of grains of different commercial groups of the common bean storaged under distinct conditions. The statistical design was the one of randomized blocks with five replicates in split plot design in time . The s plots were made up of five cultivars (BRS Radiante, Ouro Vermelho, BRS MG Talismã, BRS Supremo and Bolinha) and subplots per four storage times (3, 6, 9 and 12 months), packed into two storage conditions (room temperature and under refrigeration). The technological quality is affected by the cultivar, condition and storage time. Storage time increases average cooking time (TMC) and electrical conductivity as well as enhances the tegument darkening of the grains, mainly when under packiing room condition. The percentage of water soaking before and after cooking (PEANCand PEAPC) and grain water content of the different cultivars has its storage effects depedent on the room condition or on refrigeration. Cultivar Radiante presents higher PEANC and PEAPC than the other cultivars along with cultivar Talismã and lower TMC along storage. Over storage, grains become dark, this effect being sharper under room conditions and on cultivars Radiante and BolinhaThe highest change in the bean color occurred with cvs. Radiante and Bolinha. Water uptake by the beans increased with soaking time and the soaking patterns even after 12 months of storage were close to the ones found at the harvest occasion.
O feijão-comum (Phaseolus vulgaris L.) é um alimento rico em nutrientes essenciais e a principal fonte protéica na dieta dos brasileiros, principalmente da população de baixa renda. O tipo de grão mais consumido no Brasil é o tipo carioca, também o mais produzido. Entretanto, essa concentração da produção resulta em menor preço no mercado e grande exigência em qualidade, nem sempre conseguida pelo produtor, que acaba comercializando o seu produto com deságio. Recentemente, programas de melhoramento têm disponibilizado novas cultivares, com grãos de outros grupos comerciais, mas a viabilização da sua adoção pelos produtores requer, além da adequação dos atuais sistemas de produção, avaliações da qualidade tecnológica dos grãos produzidos, principalmente após armazenamento. O objetivo do trabalho foi avaliar a qualidade tecnológica de grãos de diferentes grupos comerciais de feijão-comum armazenado em distintas condições. Para caracterizar a qualidade inicial dos grãos, os dados obtidos por ocasião da colheita foram submetidos a análise de variância assumindo-se um delineamento em blocos casualizados com cinco tratamentos (cvs. BRS Radiante, Ouro Vermelho, BRS MG Talismã, BRS Supremo e Bolinha) e cinco repetições. No armazenamento, o delineamento estatístico foi blocos casualizados, com cinco repetições e esquema experimental de parcelas subdivididas no tempo. As parcelas foram constituídas pelas cinco cultivares, acondicionadas em duas condições de armazenamento (temperatura ambiente e sob refrigeração) e, as sub-parcelas, por quatro tempos de armazenamento (3, 6, 9 e 12 meses). A qualidade tecnológica é afetada pela cultivar, condição e tempo de armazenamento. O tempo de armazenamento eleva o tempo médio de cocção (TMC) e a condutividade elétrica, assim como acentua o escurecimento do tegumento dos grãos, principalmente quando em condição ambiente de acondicionamento. A porcentagem de embebição de água antes e após o cozimento (PEANC e PEAPC) e o teor de água dos grãos das diferentes cultivares, têm seus efeitos de armazenamento dependentes da condição, ambiente ou refrigeração. A cv. Radiante apresenta maior PEANC e maior PEAPC que as demais cultivares e, juntamente à cv. Talismã, o menor TMC ao longo do armazenamento. Com o decorrer do armazenamento, os grãos escurecem, sendo esse efeito mais nítido em condição ambiente e nas cvs. Radiante e Bolinha. A absorção de água pelos grãos aumenta com o tempo de embebição e os padrões de absorção mesmo após 12 meses de armazenamento, foram próximos aos verificados por ocasião da colheita.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4107
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DAG - Agronomia/Fitotecnia - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.