Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4406
Título: Análise bayesiana para modelos de degradabilidade ruminal
Título(s) alternativo(s): Bayesian analysis for ruminal degradability models
Autor : Savian, Taciana Villela
Primeiro orientador: Muniz, Joel Augusto
Primeiro membro da banca: Barcelos, Adauto Ferreira
Sáfadi, Thelma
Silva, Fabyano Fonseca e
Lima, Renato Ribeiro de
Área de concentração: Estatística e Experimentação Agropecuária
Palavras-chave: Degradabilidade in situ
Inferência bayesiana
Modelos não lineares
Métodos MCMC
Plantas forrageiras
Data da publicação: 10-Out-2014
Referência: SAVIAN, T.V. Análise bayesiana para modelos de degradabilidade ruminal. 2008. 81 p. Tese (Doutorado em Estatística Experimental Agropecuária)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2008.
Resumo: O conhecimento da digestibilidade das forragens, ou seja, a proporção do alimento consumido que é digerido e metabolizado pelo animal, é importante para se alcançar ótima fermentação ruminal e adequado balanceamento de rações. Os modelos utilizados neste tipo de estudo são classificados como modelos de regressão não-linear e apresentam algumas peculiaridades quanto ao procedimento de ajuste. Foi realizado um estudo por meio de dados simulados e dados reais da porcentagem de degradação da fibra em detergente neutro da gramínea coastcross (Cynodon dactylon x Cynodon nlemfuensis), ao longo do tempo. O ajuste dos modelos de Orskov & McDonald (1979) e McDonald (1981) foi feito por meio da metodologia bayesiana e, posteriormente, os modelos foram comparados pelo Fator de Bayes. A partir dos parâmetros estimados, foram encontradas as degradabilidades efetiva e potencial da gramínea. As amostras das distribuições marginais a posteriori dos parâmetros foram obtidas por meio do algoritmo Amostrador de Gibbs e algoritmo Metropolis-Hastings. A cada iteração dos algoritmos foram obtidas, por meio das estimativas dos parâmetros, a degradabilidade efetiva e potencial da gramínea. A metodologia bayesiana mostrou-se bastante eficiente, sendo avaliada e comprovada pelo processo de simulação, que apresentou estimativas bem próximas ao valor paramétrico. As estimativas obtidas para os parâmetros do modelo de Orskov & McDonald (1979) e McDonald (1981) por meio da abordagem bayesiana mostraram-se bastante coerentes com os valores relatados na literatura. O modelo de Orskov & McDonald (1979) foi mais plausível que o modelo de McDonald (1981) na descrição dos dados de degradação.
The knowledge of forage digestibility, that is, the proportion of feeds consumed that is digested and metabolized by an animal, is important not only to maximize the fermentation in the rumen but also to obtain success in ration balancing. The models used in these kinds of studies are classified as non linear regression models and have some peculiarities in the fitting process. A study was conducted by using both simulated and real data of percentage of neutral detergent fiber degradation of coastcross grass (Cynodon dactylon x Cynodon nlemfuensis) over the time. First, the models proposed by Orskov & McDonald (1979) and McDonald (1981) were fitted using Bayesian methodology and then these models were compared by using Bayes factor. Effective and potential degradability of grass were calculated from the estimated parameters. The samples of posterior marginal distributions for the parameters were obtained by Gibbs Sampler and Metropolis-Hastings algorithms. It were obtained both the effective and the potential degradability of grass for each iteration of the algorithms by using the parameter estimates. The bayesian approach, evaluated and verified by the simulation process, has proved to be very efficient and presented estimated parameters quite close to the parametric values. The parameters estimates of the models by Orskov & McDonald (1979) and McDonald (1981) using bayesian approach from real data showed a fairly consistent with the values reported in the literature. The model by Orskov & McDonald (1979) was more likely than the model by McDonald (1981) to the description of degradation data.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4406
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DEX - Estatística e Experimentação Agropecuária - Doutorado (Teses)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE_Análise Bayesiana para modelos de degradabilidade ruminal.pdf497,02 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.