Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4750
Título : Atividade antimicrobiana de óleos essenciais em bactérias patogênicas de origem alimentar
Título(s) alternativo(s): Antimicrobial activity of essential oils against sessile and planktonic pathogens of food source
Autor: Valeriano, C.
Piccoli, R. H.
Cardoso, M. G.
Alves, E.
Palavras-chave: Monoterpeno
Patógeno de origem alimentar
Propriedade antibacteriana
Antibacterial properties
Monoterpenes
Pathogenic food source
Publicador: Sociedade Brasileira de Plantas Medicinais
Data da publicação: 25-Fev-2012
Referência: VALERIANO, C. et al. Atividade antimicrobiana de óleos essenciais em bactérias patogênicas de origem alimentar. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, Botucatu, v. 14, n. 1, p. 57-67, fev. 2012.
Resumo : Objetivou-se identificar e quantificar os constituintes e avaliar a atividade antimicrobiana dos óleos essenciais de Mentha piperita, Cymbopogon citratus, Ocimum basilicum e Origanum majorana contra cepas de Escherichia coli enteropatogênica, Salmonella enterica Enteritidis, Listeria monocytogenes e Enterobacter sakazaki. A obtenção dos óleos essenciais foi realizada a partir de folhas secas, empregando-se a técnica de hidrodestilação e utilizando-se a aparelho de Clevenger modificado. A atividade antibacteriana dos óleos essenciais foi determinada pelo método de difusão em ágar. Observou-se que os óleos essenciais inibiram o crescimento bacteriano, mas a efetividade foi variada. Entre os óleos essenciais testados, M. piperita apresentou maior atividade antibacteriana para E. coli, (8.106 UA mL -1 ) quando comparada as demais bactérias, atividade moderada para Salmonella enterica Enteritidis e Enterobacter sakazakii (1.706 e 3.200 UA mL -1 respectivamente) e baixa atividade para Listeria monocytogenes (106,67 UA mL -1 ). Já óleo essencial de Cymbopogon citratus apresentou maior atividade antimicrobiana frente a E. coli (9.386 UA mL -1 ) e atividade moderada frente a Enterobacter sakazakii, Salmonella enterica Enteritidis e Listeria monocytogenes (2.773 UA mL -1 para ambas). Ocimum basilicum apresentou maior atividade antibacteriana frente E. coli e Enterobacter sakazakii (6.826 e 8.106 UA mL -1 respectivamente), moderada atividade frente a Salmonella enterica Enteritidis (1.600 UA mL -1 ) e não apresentou atividade frente a Listeria monocytogenes. Origanum majorana também foi testado neste estudo e apresentou maior atividade antimicrobiana frente E. coli (5.973 UA mL -1 ), atividade moderada para Salmonella enterica Enteritidis e Enterobacter sakazakii (1.706 e 2.346 UA mL -1 , respectivamente) e não apresentou atividade para Listeria monocytogenes .
Abstract: The objective of this work was to identify and quantify the constituents, and to evaluate the antimicrobial activity of the essential oils from Mentha piperita, Cymbopogon citratus, Ocimum basilicum and Origanum majorana, against enteropathogenic Escherichia coli, Salmonella enterica Enteritidis, Listeria monocytogenes and Enterobacter sakazakii. The essential oils were obtained from dried leaves by using the hydrodistillation technique and the modified Clevenger apparatus, and their bacterial activity was determined by using the agar diffusion technique. The essential oils inhibited bacterial growth, but their effectiveness was varied. Among the essential oils tested, that from M. piperita showed a greater antimicrobial activity against E. coli (8.106 UA mL -1 ), moderate activity for S. enterica Enteritidis and E. sakazakii (1.706 e 3.200 UA mL -1 respectively) and low activity for L. monocytogenes (106,67 UA mL -1 ). However, the essential oil from C. citratus presented a greater antimicrobial activity against E. coli (9.386 UA mL -1 ) and a moderate activity against E. sakazakii, S. enterica Enteritidis and L. monocytogenes (2.773 UA mL -1 for both). The essential oil from O. basilicum showed a greater antimicrobial activity against E. coli and E. sakazakii (6.826 e 8.106 UA mL -1 respectively), moderate activity against S. enterica Enteritidis (1.600 UA mL -1 ), and was inactive against L, monocytogenes. Origanum majorana, which was also tested in our work, showed a greater antibacterial activity against E. coli, (5.973 UA mL -1 ) moderate activity against S. enterica Enteritidis and E. sakazakii (1.706 e 2.346 UA mL -1 , respectively), and was inactive against L. monocytogenes.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4750
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DCA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_ Atividade antimicrobiana de óleos essenciais em bactérias patogênicas de origem alimentar.pdf257,7 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons