Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4801
Título: Ultrassonografia abdominal de gatos pediátricos hígidos
Autor : Santos, Daianne Carneiro de Oliveira
Primeiro orientador: Lacreta Junior, Antonio Carlos Cunha
Primeiro membro da banca: Muzzi, Ruthnéa Aparecida Lázaro
Nepomuceno, Anelise Carvalho
Área de concentração: Ciências Veterinárias
Palavras-chave: Abdômen
Felino
Filhote
Diagnóstico por imagem
Abdomen
Feline
Kittens
Diagnostic imaging
Data da publicação: 9-Dez-2014
Referência: SANTOS, D. C. de O. Ultrassonografia abdominal de gatos pediátricos hígidos. 2014. 70 p. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
Resumo: A ultrassonografia é amplamente difundida na medicina veterinária por ser um método de diagnóstico eficiente, não invasivo e que gera as imagens em tempo real. As características ultrassonográficas normais dos órgãos e estruturas anatômicas dos animais auxiliam o veterinário no diagnóstico correto. Ainda há poucas referências com relação à anatomia ultrassonográfica abdominal de gatos, principalmente filhotes. Neste contexto, o objetivo desse trabalho foi descrever as características ultrassonográficas dos órgãos abdominais de gatos pediátricos hígidos. Foram realizados exames ultrassonográficos em 11 gatos, sendo 6 fêmeas e 5 machos, acompanhados com 60, 90, 120 e 180 dias de idade para obter informações sobre as características ultrassonográficas abdominais da espécie nessa fase de desenvolvimento. O estômago foi visibilizado com seu formato de roseta em apenas 4/11 gatos aos 60 dias de idade; as alças intestinais com suas cinco camadas distintas foram observadas em 6/11 gatos aos 60 dias, 2/11 aos 90 dias e 2/11 aos 180 dias de idade. Os linfonodos abdominais, esplênico e jejunal, foram visibilizados em 2/11 gatos aos 180 dias de idade. A adrenal direita e o útero foram observados em um animal aos 180 dias de idade. Em 45% dos gatos, o baço se apresentou isoecoico ao córtex renal esquerdo e hipoecoico ao fígado e em 55% dos gatos, apresentou-se hipoecoico tanto ao córtex renal quanto ao parênquima hepático. Os parâmetros analisados (espessura da parede da vesícula urinária, espessura das regiões cortical e medular renal, comprimento, largura e altura renal) apresentaram alta correlação com idade e peso dos animais. Os machos apresentaram valores médios maiores que as fêmeas aos 60, 90, 120 dias de idade com relação às mensurações renais. Houve diferença significativa em relação ao crescimento da largura do rim esquerdo com relação ao direito nos animais aos 60 dias de idade. A vesícula urinária estava parcialmente repleta e sua espessura média de parede foi de 0.85 ± 0.16 mm. A parede da vesícula biliar apresentou-se fina e hiperecogênica, medindo menos de 0,61 mm de espessura. As informações ultrassonográficas abdominais obtidas podem ser úteis como referências da espécie nessa fase de desenvolvimento servindo como subsídio ao médico veterinário na interpretação diagnóstica correta.
Ultrasonography has been widely used in veterinary medicine since is a effective diagnostic method, noninvasive and generates images in real time. The normal sonographic features of organs and anatomical structures assist the veterinarian in the correct diagnosis. There are still few references regarding abdominal sonographic anatomy of cats, especially kittens. In this context, the aim of this study was to describe the sonographic features of abdominal organs of healthy puppies. Ultrasonographic examinations were performed on 11 cats, 6 females and 5 males, accompanied with 60, 90, 120 and 180 days of age to obtain information about the normal abdominal ultrasonographic features for the species at this stage of development. The stomach was visualized by its rosette shape in 4/11 cats only at 60 days of age; bowel loops with its 5 layers in 6/11 cats at 60 days, 2/11 at 90 days and 2/11 at 180 days of age. Abdominal, splenic and jejunal, lymph nodes were seen in 2/11 cats at 180 days of age. The right adrenal gland and uterus were observed in one animal at 180 days of age. The spleen presented in 45% of the cats, isoechoic to the cortex of the left kidney and hypoechoic to the liver, and 55% of the cats, hypoechoic to the renal cortex and liver. The analyzed parameters (thickness of the urinary bladder wall, thickness of the cortical regions and renal medullary, length, width and height kidney) presented high correlated with age and weight of the animals. Males presented higher mean values than females at 60, 90, 120 days of age with respect to renal measurements. Significant difference was observed in relation to the growth of the width of the left kidney regarding the right in animals at 60 days of age. The urinary bladder was partially filled and it's average wall thickness was 0.85 ± 0.16 mm. The wall of the gallbladder showed up thin and hyperechogenic, measuring less than 0.61 mm thick. Abdominal ultrasonographic informations obtained can be useful as a reference for the species at this stage of development subsidizing the veterinarian in the diagnostic correct interpretation.
metadata.teses.dc.description: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias, área de concentração em Ciências Veterinárias, para a obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/4801
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_Ultrassonografia abdominal de gatos pediátricos hígidos.pdf2,33 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.