Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/645
Título: Influência da luz na composição fenólica, atividade antioxidante e concentração de carbamato de etila em aguardentes/cachaças envelhecidas em diferentes madeiras
Autor : Lima, Lidiany Mendonça Zacaroni
Primeiro orientador: Cardoso, Maria das Graças
Primeiro membro da banca: Mutton, Marcia Justino Rossini
Masson, José
Machado, Ana Maria de Resende
Saczk, Adelir Aparecida
Área de concentração: Agroquímica
Palavras-chave: Bebida alcoólica
Contaminante
Luminosidade
Vidro
Bebida alcoólica - Armazenamento
Alcholic beverage
Contaminant
Luminosity
Glass
Alcholic beverage - Storage
Data da publicação: 2013
Referência: LIMA, L. M. Z. Influência da luz na composição fenólica, atividade antioxidante e concentração de carbamato de etila em aguardentes/cachaças envelhecidas em diferentes madeiras. 2013. 216 p. Tese (Doutorado em Agroquímica) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2012.
Resumo: Este trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar a influência da luz na composição fenólica, na atividade antioxidante e na concentração de carbamato de etila (CE) de cachaças envelhecidas em diferentes madeiras. As amostras foram analisadas físico-quimicamente e armazenadas em garrafas transparentes e em garrafas cobertas com folha de alumínio, sob temperatura ambiente e luz natural, constituindo-se os tratamentos do experimento. Para a execução das análises de CE, composição fenólica e atividade antioxidante, foram retiradas alíquotas, em intervalos regulares de 2 meses, durante um período de 6 meses. Os compostos fenólicos e o CE foram quantificados por Cromatografia Líquida de Alta Eficiência (HPLC) e a atividade antioxidante, pelo método de DPPH. Fisico-quimicamente, 70% das amostras analisadas inicialmente apresentaram-se fora dos padrões exigidos pela legislação brasileira, quanto aos teores de álcool, acidez volátil, furfural e cobre. O ácido gálico (amostras A, C, D, F e I), siringaldeído (amostras B, G e J), catequina (amostras H) e cumarina (amostra E) foram os compostos majoritários das amostras analisadas, tendo a luz influenciado significativamente na concentração deles. Não se observou influência significativa da luz na atividade antioxidante, exceto para a amostra H. A maior atividade antioxidante foi observada nas amostras G (49,40%) e A (45,42%) seguidas da amostra F (33,56%), cujo composto majoritário foi o siringaldeído (G) e o ácido gálico (A e F). Todas as amostras analisadas apresentaram concentração abaixo do limite estabelecido pela legislação brasileira (150,00 µg L-1) para o CE, sendo a maior concentração encontrada de 79,70 µg L-1. Das amostras analisadas, 70% sofreram influência da luminosidade e do período de armazenamento.
This work was conducted with the objective of evaluating the influence of light on the phenolic composition, the antioxidant activity and the ethyl carbamate concentration (EC) in sugarcane spirits aged in different wood. The samples were analyzed physiochemicaly and stored in transparent bottles and in bottles covered with aluminum foil, under room temperature and natural light, making up the treatments of the experiment. For the execution of the EC analyses, phenolic composition and antioxidant activity, aliquots were removed at regular 2 month intervals, during a period of 6 months. The phenolic composition and EC were quantified by High Performance Liquid Chromatography (HPLC) and the antioxidant activity, by the DPPH method. Physicochemically, 70% of the analyzed samples inicially presented within the standareds required by the Brazilian legislation, regarding alcohol content, volatile acidity, furfural and copper. Gallic acid (samples A, C, D, F and I), syringaldehyde (samples B, G and J), catechin (samples H) and coumarin (sample E) were the majority compounds of the analyzed samples, light having significantly influenced their concentration. Significant influence of the light was not observed in the antioxidant activity, except for the sample H. The highest antioxidant activity was observed in the samples G (49.40%) and A (45.42%) followed by the sample F (33.56%), whose majority compound was the syringaldehyde (G) and the gallic acid (A and F). All of the analyzed samples presented an EC concentration below the limit established by the Brazilian legislation (150.00 µg L-1), the highest concentration found being 79.70 µg L-1. Of the analyzed samples, 70% underwent the influence of light and the storage period.
metadata.teses.dc.description: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Agroquímica, para a obtenção do título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/645
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DQI - Agroquímica - Doutorado (Teses)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.