Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCA - Departamento de Ciência dos Alimentos >
DCA - Programa de Pós-graduação >
DCA - Ciência dos Alimentos - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3339

Título: Qualidade pós-colheita de tomates tipo Italiano produzidos em sistema orgânico
Título Alternativo: Postharvest quality of italian tomatoes grown in organic system
Autor(es): Nassur, Rita de Cássia Mirela Resende
Orientador: Vilas Boas, Eduardo Valério de Barros
Coorientador(es): Gonçalves, Neide Botrel
Membro da banca: Resende, Francisco Vilela
Assunto: Tomate - Pós-colheita
Alimentos naturais
Cultivo orgânico
Lycopersicum esculentum
Data de Defesa: 3-Jul-2009
Data de publicação: 29-Ago-2014
Referência: NASSUR, R. de C. M. R. Qualidade pós-colheita de tomates tipo italiano produzidos em sistema orgânico. 2009. 116 p. Dissertação (Mestrado em Ciência dos Alimentos)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2009.
Resumo: Híbridos comerciais (San Vito, Giuliana, Jupter) e experimental (HEM 031) de tomate tipo italiano foram submetidos a doses de adubação com composto orgânico (6, 12, 24 e 40 ton.ha-¹) na Embrapa Hortaliças, Brasília, DF com o objetivo de avaliar a qualidade pós-colheita dos frutos. Foram realizadas análises de coloração, firmeza, acidez, pH, sólidos solúveis, açúcares, vitamina C, licopeno, β caroteno, nitrato e análises microbiológicas. Frutos do híbrido San Vito foram acondicionados em bandejas de polipropileno e envoltos com filme de PVC para serem submetidos a análises após 0, 5, 10, 15 e 20 dias de armazenamento em temperatura ambiente (24ºC±2 e UR=32%±2) e refrigerada (12ºC±1 e UR=73%±1). As variáveis avaliadas foram perda de massa, coloração, firmeza, acidez, pH, sólidos solúveis totais, Vitamina C, licopeno e β caroteno. Frutos do mesmo híbrido, cultivados em sistema convencional de produção nas mesmas condições climáticas foram colhidos no mesmo dia e armazenados por 0, 5, 10, 15 e 20 dias, para posterior comparação nas duas temperaturas em relação à coloração, perda de massa, firmeza, sólidos solúveis, acidez, pH, Vitamina C, licopeno, β caroteno, fenólicos e atividade antioxidante total. Os híbridos San Vito e Jupter se destacaram com melhor qualidade em pós-colheita, sendo que o primeiro apresentou teores máximos de sólidos solúveis totais, Vitamina C, a* e licopeno para aplicações de 27,5, 24,16, 28,56 e 18,83 t.ha-1 de composto orgânico. Para o hibrido San Vito, observou-se aumento de valores L*, pH e Vitamina C mais pronunciado do 5° aos 10° dia de armazenamento. Frutos mantidos em temperatura ambiente apresentaram maiores teores de acidez aos 0 e 10 dias, sólidos solúveis aos 10 e 20 dias, licopeno após o 5° dia e β caroteno aos 15 dias em relação aqueles armazenados em ambiente refrigerado. Frutos de tomate produzidos em sistema orgânico apresentaram maiores teores de Vitamina C, teores de sólidos solúveis e atividade antioxidante que aqueles oriundos de sistema convencional, tanto em temperatura ambiente quanto refrigerada.
Commercial (San Vito, Giuliana, Jupter) and experimental (HEM 031) italian tomatoes were subjected to increasing doses of fertilizer with organic compound (6, 12, 24 and 40-ton.ha-¹) at Embrapa Vegetables, Brasília, DF to evaluate the postharvest quality of fruits. Color, firmness, titratable acidity, pH, soluble solids, sugars, vitamin C, lycopene, β carotene, nitrate and microbiological analysis were carried out. Fruit of San Vito hybrids were packed in polypropylene trays, wrapped with PVC film and submitted to analysis after 0, 5, 10, 15 and 20 days of storage at room temperature (24°C ± 2 and 32% ±2 RH) and cool (12ºC ±1 and 73%±1 RH). The variables evaluated were weight loss, color, firmness, titratable acidity, pH, soluble solids, vitamin C, lycopene and β carotene. Fruit of the same hybrid, grown in a conventional system of production under the same conditions were harvest at the same time and stored for 0, 5, 10, 15 and 20 days in the both temperatures for later comparison on color, weight loss, firmness, soluble solids, acidity, pH, vitamin C, lycopene, β carotene, total phenolic and antioxidant activity. San Vito and Jupter showed better quality in postharvest, and the first one showed maximum values of total soluble solids, vitamin C, lycopene and a* for applications of 27.5, 24.16, 28.56 and 18.83 t.ha-1 of organic compost, respectively. For San Vito, there was increase in L * values, pH and Vitamin C more pronounced in 5 to 10 days of storage. Fruits kept at room temperature showed higher levels of acidity at 0 and 10 days, soluble solids at 10 and 20 days, lycopene after 5 days and β carotene for 15 days than those stored in refrigerated environment. Tomato fruits produced in organic system had higher levels of Vitamin C, soluble solids content and antioxidant activity than those from conventional systems, both at room temperature and cold.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3339
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DCA - Ciência dos Alimentos - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Qualidade pós-colheita de tomates tipo Italiano produzidos em sistema orgânico.pdf881,73 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback