Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCA - Departamento de Ciência dos Alimentos >
DCA - Programa de Pós-graduação >
DCA - Ciência dos Alimentos - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3401

Título: Influência dos grãos defeituosos na qualidade do café orgânico
Título Alternativo: Influence of the defect beans on the quality of organic coffee (Coffea arabica L. )
Autor(es): Silva, Vanderley Almeida
Orientador: Pereira, Rosemary Gualberto Fonseca Alvarenga
Membro da banca: Morais, Augusto Ramalho de
Borém, Flávio Meira
Assunto: Café - Doenças e pragas
Café - Melhoramento genético
Café - Indústria
Café orgânico - Qualidade
Data de Defesa: 3-Mar-2005
Data de publicação: 1-Set-2014
Referência: SILVA, V. A. Influência dos grãos defeituosos na qualidade do café (Coffea arabica L.), orgânico. 2005. 120 p. Dissertação (Mestrado em Ciência dos Alimentos)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2005.
Resumo: Research has shown that the defects of coffee have a chemical composition different from healthy beans and that depending on the amount and intensity of the present defects a drastic reduction in the quality of the produce may take place. On the other hand, organic coffees have been marketed as distinct coffee reaching higher prices relative to that of special coffees. The present work was designed to evaluate the impact brought about by the presence and absence of intrinsic defects in the sensorial, physical, chemical and microbiological characteristics of organic coffee. The analysis of the results showed that absence of the defects immature and stinker is essential when the production special coffee is aimed at. The determination of electric conductivity of beans stands out among the chemical analyses, pointing out increased cell destructuration in the samples with defects. The defects are the part most vulnerable to the occurrence of fungi, including the potentially OTA- producing fungi.
As pesquisas têm demonstrado que os defeitos do café têm composição química diferente dos grãos sadios e que, dependendo da quantidade e da intensidade dos defeitos presentes, pode ocorrer uma drástica redução na qualidade do produto. Por outro lado, os cafés orgânicos têm sido comercializados como cafés diferenciados alcançando preços superiores em relação ao dos cafés especiais. O presente trabalho teve como objetivo avaliar o impacto ocasionado pela presença e ausência de defeitos intrínsecos nas características sensoriais, físicas, químicas e microbiológicas do café orgânico. A análise dos resultados mostrou que a ausência dos defeitos verdes e ardidos é essencial quando se visa à produção de cafés especiais. A determinação da condutividade elétrica dos grãos destaca-se entre as análises químicas, indicando maior desestruturação celular nas amostras com defeitos. Os defeitos são a parcela mais vulnerável à ocorrência dos fungos, incluindo os fungos potencialmente produtores de OTA.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3401
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DCA - Ciência dos Alimentos - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Influência dos grãos defeituosos na qualidade do café orgânico.pdf485,73 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback