Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10858
Título: Atributos bioquímicos de um latossolo vermelho distrófico, cultivado com cafeeiro, submetido a elevadas doses de gesso agrícola
Autor : Naves, Andrêssa de Paula
Primeiro orientador: Carneiro, Marco Aurélio Carbone
Primeiro membro da banca: Guimarães, Paulo Tácito Gontijo
Segundo membro da banca: Saggin Júnior, Orivaldo José
Palavras-chave: Gesso
Cafeeiro
Indicadores de qualidade do solo
Cerrado
Biomassa microbiana
Enzimas do solo
Gypsum.
Coffee Plantation
Indicatorsof soil quality
Microbial biomass
Soil enzymes
Data da publicação: 29-Fev-2016
Agência(s) de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Referência: NAVES, A. de P. Atributos bioquímicos de um latossolo vermelho distrófico, cultivado com cafeeiro, submetido a elevadas doses de gesso agrícola. 2015. 84 p. Dissertação (Mestrado em Ciência do Solo)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2015.
Resumo: Com o aumento das pesquisas em solos da região Cerrado Brasileiro, foi possível o uso desses que inicialmente tinham problemas de baixa fertilidade, toxidez de Alumínio e baixa pluviosidade em alguns meses do ano. O uso do gesso agrícola foi um dos motivos que contribuiu para o sucesso das lavouras cafeeiras na região do cerrado.Os indicadores biológicos de qualidade de solo são utlizados para o monitoramento da qualidade do solo. Neste estudo objetivou-se a determinação da influência de diferentes doses de gesso em cafezais sobre os bioindicadores de qualidade do solo, e a relação dos mesmos a diferentes profundidades de amostragem. Foram realizadas duas coletas, com diferentes profundidades 0-5, 5-10 cm. As doses de gesso influenciaram o Carbono da Biomassa Microbiana, o Carbono Orgânico Total, a Respiração Basal, o Quociente Metabólico e atividade das enzimas Urease, Fosfatase Ácida, Hidrólise do Diacetato de Fluoresceína. Foi encontrada interação significativa (p≤0,05) entre as profundidades de coleta (0-5 e 5-10 cm) para o Carbono da Biomassa Microbiana, atividade da Hidrólise do FDA, atividade da Fosfatase Ácida e Carbono Orgânico Total.
Abstract: With increasing research in Brazilian Cerrado soils, it was possible to use those that initially had low fertility problems, aluminum toxicity and low rainfall in some months of the year. The use of gypsum was one of the reasons that contributed to the success of coffee plantations in the Cerrado region. Biological indicators of soil quality are used for monitoring soil quality. This study aimed to determine the effect of different doses of gypsum in coffee plantations on soil quality bioindicators, and their relationship with different sampling depths. Two collections were performed, with different depths: 0-5, 5- 10 cm. Gypsum doses influenced Microbial Biomass Carbon, Total Organic Carbon, Basal Respiration, Metabolic Quotient and the activity of the enzymes Urease, Acid Phosphatase, and Fluorescein Diacetate Hydrolysis. A significant interaction was found (p≤0.05) between collection depths (0-5 and 5-10 cm) for Microbial Biomass Carbon, FDA Hydrolysis activity, activity of Acid Phosphatase and Total Organic Carbon.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/10858
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções:DCS - Ciência do Solo - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.