Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/9762
Título : Características físico-químicas e perfil de ácidos graxos de azeites obtidos de diferentes variedades de oliveiras introduzidas no Sul de Minas Gerais – Brasil
Título(s) alternativo(s): Physicochemical characteristics and fatty acids profile of olive oils from different varieties of olive tree in southern Minas Gerais – Brazil
Autor: Cardoso, Luiz Gustavo Vieira
Barcelos, Maria de Fátima Piccolo
Oliveira, Adelson Francisco de
Pereira, Juciane de Abreu Ribeiro
Abreu, Wilson César de
Pimentel, Flávio de Araujo
Cardoso, Maria das Graças
Pereira, Michel Cardoso de Angelis
Palavras-chave: Olive oil
Olive tree
Fatty acids
Oleic acids
Azeite de oliva
Oliveira
Ácidos graxos
Publicador: Universidade Estadual de Londrina
Data da publicação: 18-Nov-2009
Referência: CARDOSO, L. G. V. et al. Características físico-químicas e perfil de ácidos graxos de azeites obtidos de diferentes variedades de oliveiras introduzidas no Sul de Minas Gerais-Brasil. Semina: Ciências Agrárias, Londrina, v. 31, n. 1, p. 127-136, jan./mar. 2010.
Resumo : Este trabalho teve por objetivo analisar, física e quimicamente, cinco variedades de oliveiras mantidas no banco de germoplasma pela EPAMIG, na Fazenda Experimental no município de Maria da Fé, MG. Foram avaliadas características físicas dos frutos e sementes (peso, diâmetro e comprimento) e algumas características químicas dos azeites extraídos de cinco variedades (índice de acidez, iodo, saponificação, peróxidos e perfil de ácidos graxos). A variedade Negroa apresentou percentual médio de lipideos (28,2%) significativamente maior que as demais (p<0,05). Dentre as variedades estudadas a Negroa e JB1 apresentaram maior produtividade e valores de acidez, índice de saponificação, iodo e peróxidos mais compatíveis com as normas da ANVISA (2005) e o Codex Alimentarius (2003). Todas as variedades cultivadas em Maria da Fé apresentaram conteúdos de ácido oléico dentro do recomendado pelo Codex alimentarius e significativamente maior que o teor de ácido oléico do azeite comercial extra virgem analisado (p<0,05). O perfil de ácidos graxos encontrado demonstrou que todas as variedades (JB1, Negroa, Ascolano 315, 0025 e 0004) estão com seus valores adequados para os principais grupos de ácidos graxos, quando comparados com a legislação. Os resultados indicam que das variedades analisadas a Negroa e JB1 apresentam melhor potencial para utilização na produção de azeite de oliva. Palavras-chave: Azeite de oliva, oliveira, ácidos graxos
Abstract: This work had as an objective, to analyze, both physically and chemically, five olive tree varieties kept in the EPAMIG Germplasm Bank at the Experimental Farm, in the town of Maria da Fé, MG. Physical characteristics of the fruits and seeds (weight, diameter and length) and some chemical characteritics of the oils extracted from five varieties (acidity, iodine, saponification, peroxide indices and the fatty acid profile) were evaluated. The Negroa variety presented an average percent of lipids (28.2%) significantly higher than the others (p<0.05). Out of the studied varieties, both Negroa and JB1 showed the highes yield and acidity values and the saponification, iodine and peroxide indices were more consistent with the ANVISA norms (2005) and the Codex Alimentarius (2003). All the varieties grown at Maria da Fé presented oleic acid levels within those recommended by Codex alimentarius and significantly higher than the analyzed commercial extra virgin oleic acid level (p<0.05). The fatty acid profile found showed that all the varieties (JB1, Negroa, Ascolano 315, 0025 and 0004) have adequate values for the main groups of fatty acids, compared with the legislation. The results point out that the Negroa and JB1 varieties present better potential for use in olive oil production. Key words: Olive oil, olive tree, fatty acids, oleic acids
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/9762
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DCA - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_Características físico-químicas e perfil de ácidos graxos de azeites obtidos de.pdf357,54 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons